Atividade Física Obrigatória para Trabalhadores na Suécia

Atividade Física Obrigatória para Trabalhadores na Suécia

Na hora de contratar um funcionário, a empresa tenta selecionar o mais qualificado do mercado. Algumas continuam investindo no profissional oferecendo cursos de aprimoramento, aprendizado de outras línguas, convênios com centros de lazer e atividades físicas.

O incentivo à prática de exercícios físicos tem crescido bastante entre as empresas de grande porte. Muitas delas pagam academia para os funcionários ou constroem um centro de ginástica dentro do seu próprio prédio. Esse atrativo passou a ser uma ótima forma de demonstrar ao empregado a importância de cuidar da saúde, o que só faz melhorar o desempenho e a produtividade no trabalho.

O Grupo Pão de Açúcar, por exemplo, aposta neste método há 15 anos. “A família Diniz acredita que os exercícios físicos contribuem para a qualidade de vida das pessoas e consequentemente para uma melhor disposição ao trabalho. Para participar, todos os interessados são submetidos a uma avaliação médica que atesta a condição de cada colaborador para a prática esportiva. A empresa também oferece o acompanhamento de nutricionistas para o completo atendimento da questão física e saúde dos colaboradores”, conta Fernando Solleiro, administrador de recursos humanos do Grupo.

Este também tem sido o caso, por exemplo, da empresa pública de distribuição de água Kalmar Vatten e da marca de roupas Björn Borg, que começaram a incluir em seus contratos de trabalho uma cláusula “esportiva” para incentivar os trabalhadores a se exercitarem regularmente. Os colaboradores têm uma hora de treinamento obrigatório toda sexta-feira, no centro esportivo localizado perto da sede da empresa.

A ideia foi feita há dois anos pelo CEO da Bjön Borg, Heinrik Bunge, e as desculpas para fugir não valem a pena. “Se você não quer praticar esportes e integrar-se à cultura da empresa, terá que sair”, diz a Bunge,

Mas, além disso, vários estudos mostram que a máxima latina do “Mens Sana In Corpore Sano” (Mente sã num corpo são) poderia passar para o século 21 como um corpo saudável para realizar mais no trabalho.

Uma pesquisa realizada na Universidade de Estocolmo liga a atividade física com o aumento da produtividade e um melhor ambiente de escritório. De acordo com este relatório, publicado em 2014, os trabalhadores se sentem mais concentrados depois de praticarem esportes e os empregadores conseguem reduzir as taxas de absenteísmo em 22%, um fato que é particularmente relevante na Suécia, onde a licença médica é o dobro do que a média europeia.

Em geral, os impactos negativos do trabalho podem ocorrer em diversas esferas, tais como problemas físicos, psicológicos ou sociais. Mas diretamente, a prática de exercícios físicos gera benefícios físicos para o trabalhador. Os benefícios psicológicos (estresse, poder de concentração) ou sociais (espírito de equipe, confiança) também são bastante citados em estudos diversos.  Diminuir os problemas de saúde no trabalhador é sinônimo de aumento de produtividade na empresa.

Portanto, se por um lado o fator de sofrimento humano é significativamente reduzido, por outro lado a empresa é beneficiada ao promover como, por exemplo, programas orientados de Ginástica Laboral.  (Confira em nosso site http://ergonomos.com.br/programa-de-ginastica-laboral/)

Há estatísticas citando um retorno de 3 a 5 vezes sobre a verba aplicada por uma empresa em um programa de ginástica e hábitos de saúde saudáveis, considerando faltas, encargos sociais e outros fatores relacionados à saúde, afetando a produtividade da empresa.

Leave a comment

Receba nosso informativo

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Contato

Sede Administrativa: R. Jair Salvarani, 330 Vila Oliveira – Mogi das Cruzes/SP
Telefone: (11) 2610-9995
Horário de atendimento: 09:00 às 12:00 | 14:00 às 17:00
E-mail: [email protected]

FAÇA PARTE DE NOSSA EQUIPE
Nos envie seu currículo para [email protected]

Voltar para o topo